Sebrae apoia criação da Instância de Governança do turismo no polo Floresta dos Guarás

Qualifique o post

Secretários, coordenadores municipais, agentes de desenvolvimento e líderes da região do litoral ocidental maranhense, ligados ao segmento do turismo de 07 municípios da região (Guimarães, Mirinzal, Bequimão, Central do Maranhão, Cururupu, Porto Rico e Cedral), estiveram reunidos na manhã da última terça-feira (05), na cidade de Mirinzal, para discutir a criação da Instância de Governança do Turismo no Polo Floresta dos Guarás. O Sebrae participou das discursões, representando pela gerente regional da instituição em Pinheiro, Graça Fernandes.

A instância de governança é uma importante ferramenta para estimular os municípios do polo na criação de um ambiente legal, que favoreça o desenvolvimento do segmento do turismo na região de enorme potencial, graças aos inúmeros atrativos naturais, culturais e religiosos. A criação de secretarias, comitês e leis especificas que favoreçam o turismo nas cidades do polo também serão incentivadas com a criação da instância.

A expectativa é que com a iniciativa a sociedade estimule-se a participar das definições, implantações e acompanhamentos de políticas públicas voltados para o turismo, já que a partir desse ano, para integrar o Mapa do Turismo Brasileiro, as cidades terão que participar obrigatoriamente de instâncias de governança regional, além de possuir conselhos municipais de turismo ativos, entre outras exigências.

O turismólogo, ativista ambiental e coordenador de turismo da cidade de Guimarães, Marcos Dominice e o secretário municipal de meio ambiente e turismo de Cururupu, Gilberto Fonseca, foram eleitos presidente e vice-presidente, respectivamente, da comissão provisória responsável pela instância.

“Iremos em busca de todas as iniciativas que possam estimular o crescimento do turismo no polo Floresta dos Guarás e a Instância de Governança tem papel fundamental nesse processo, assim como o estabelecimento de parcerias estratégicas como a que temos com o Sebrae, que muito tem contribuído para o desenvolvimento da região” afirmou Dominice.

A criação da Instância de Governança é mais uma ação planejada e executada com apoio dos líderes do programa Lider – Litoral Ocidental, executado pelo Sebrae Maranhão na região, considerando que em todo o processo que envolve o planejamento, o desenvolvimento e a implementação de Planos Estratégicos de Desenvolvimento do Turismo Regional, é necessário que exista uma organização, que se encarregue da coordenação, acompanhamento e gestão da região turística.

SEBRAE EXECUTA PROJETO VOLTADO PARA O TURISMO NA FLORESTA DOS GUARÁS

O apoio à criação da Instância de Governança é mais uma ação do projeto “Turismo na Floresta dos Guarás”, executado pela Unidade Regional do Sebrae em Pinheiro, que inicia suas ações em 2019 e tem previsão de execução em três anos.

Com grande potencial econômico e ambiental, a Floresta dos Guarás é considerada uma região com capacidade produtiva ainda pouco explorada. A região tem como principais atividades econômicas a pesca e a agricultura, que tem quase toda a produção comercializada na própria microrregião.

Por isso, o turismo apresenta-se como uma das alternativas mais viáveis para o desenvolvimento econômico, já que a região possui inúmeros atrativos culturais, naturais, históricos e religiosos.

A preparação do empresariado da região é crucial para possibilitar, com planejamento e acompanhamento, ações que irão contribuir para o desenvolvimento da cadeia do turismo da região da Floresta dos Guarás.

Para Graça Fernandes, gerente regional do Sebrae em Pinheiro, responsável por atender a região, o projeto de turismo na Floresta dos Guarás irá intensificar ações que já vinham sendo executadas.

“O Sebrae identificou o potencial turístico que a região do litoral ocidental possui e tudo que esse segmento representa, por isso já iniciamos, ainda em 2018, ações pontuais voltadas para o turismo. Agora, com esse projeto específico acreditamos que podemos dinamizar ainda mais a nossa atuação junto aos empresários e entes públicos voltados para o turismo na região”, disse Fernandes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *