Governo do Estado inicia construção de canais do Diques da Produção em Pinheiro

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), iniciou, na semana passada  as obras dos canais do Programa Diques da Produção no município de Pinheiro.  A primeira obra está sendo realizada na região conhecida como Paturi, nas proximidades da Bubalina. e outra deverá ser construída na região do Gama.
A ação tem como objetivo combater a salinização dos campos naturais inundáveis e implantar grandes canais que permitirão armazenar água doce, ação necessária para o desenvolvimento de projetos nas áreas da piscicultura, agricultura e pecuária.
O governador Flávio Dino  afirmou que as obras de construção desses diques estão entre as mais importantes ações do Governo do Estado na Baixada Maranhense. “A meta é transformar a realidade atual da região com produção, crescimento econômico e inclusão socioprodutiva”. Fl[avio Dino enfatizou que o propósito é reduzir os índices de insegurança alimentar e de pobreza na região e promover a geração de trabalho, emprego e renda nas comunidades contempladas pelo projeto.
O pecuarista conhecido por Carrinho banda  disse que a efetivação dos diques em Pinheiro é um sonho realizado. “Estava ansioso para ver essa máquina cavando os campos e começar a aparecer os canais. Era um sonho essa obra sair do papel, agora, vamos ter peixes o ano inteiro e água para o gado. Os moradores vizinhos aos diques  podem plantar juçara e banana para as suas alimentação e para vender, graças a esse programa. Estou realmente muito feliz”, disse o pecuarista.
O Superintendente de Articulação Política da Baixada, Dr. Penaldon Jorge, disse que as obras dos diques vão mudar a realidade das pessoas que dependem da pesca. “Esse programa é esperado há muito tempo pela Baixada Maranhense; vai proporcionar dignidade para essas comunidades, garantir a reserva de água e aumentar a produção, estimulando as pessoas que vivem da pesca a acreditarem na sua capacidade de trabalho e ajudar a economia do Maranhão”, disse o Superintendente. .
Diques da Produção
.
Serão construídas duas modalidades de retenção da água doce: canais e barragens. Os diques garantem água para ser usada na  irrigação e impedem a entrada de água salgada nos igarapés, protegendo os mananciais de água doce das regiões e outros ecossistemas. O armazenamento de água, também, facilita a navegação interligando pequenas propriedades.
Também consta como um dos pilares do Programa Diques da Produção a oferta de Assistência Técnica e Extensão Rural, para implantação de projetos de geração de renda à população das comunidades beneficiadas pela ação.
Municípios contemplados:
Mirinzal
Peri-mirim
Palmeirândia
Anajatuba
Bacurituba
Pinheiro
Viana
Penalva
São João Batista
São Vicente de Ferry
Santa Rita
Olinda Nova
Presidente Sarney
Cajapió
Bequimão

 

Arari

Sustentabilidade – MRV investirá R$ 800 milhões no maior projeto de energia solar fotovoltaica de uma empresa privada brasileira

A MRV Engenharia, maior construtora da América Latina é destaque no Guia Exame de Sustentabilidade no setor de construção civil.
 A publicação destacou o investimento pioneiro e inovador da construtora na instalação de energia solar fotovoltaica em seus empreendimentos. A MRV investirá R$ 800 milhões no maior projeto de energia solar fotovoltaica de uma empresa privada brasileira e tem a expectativa de, em até cinco anos, entregar 220 mil unidades com sistemas de energia solar, o que representará 100% de seus lançamentos, contribuindo para reduzir a emissão de 26 mil toneladas de CO2.
O Guia evidenciou os dois selos criados pela MRV, Obra Verde – que atesta a adoção de práticas sustentáveis durante a fase de construção – e MRV + Verde – que assegura a sustentabilidade dos empreendimentos depois de prontos. Garantido a entrega de residenciais com diferencias de sustentabilidade aos clientes. Em São Luís, atualmente com dois empreendimentos em fase de construção e comercialização pelo Programa “Minha Casa, Minha Vida” nos bairros do Altos do Calhau e do Angelim, a construtora antes mesmo de concluir a obra já beneficiou a comunidade, com a construção e adoção de uma praça no bairro Altos do Calhau, batizada de Praça Dunas do Litoral. Além de  brinquedos infantis e paisagismo, a praça é dotada de equipamentos de ginástica para uso da comunidade.
Para o presidente da MRV, Eduardo Fischer ser um dos destaques do Guia Exame de Sustentabilidade é motivo de muito orgulho. “Nosso desafio é seguir avançando, buscamos uma integração cada vez maior com todos os nossos públicos de relacionamento, numa construção conjunta da agenda de sustentabilidade sempre equilibrando os pilares econômico, social e ambiental” destaca Fischer.
O Guia Exame de Sustentabilidade, tem metodologia desenvolvida pelo Centro de Estudos da Fundação Getúlio Vargas (GVCes), reconhece boas práticas corporativas para a sustentabilidade e tem o objetivo de estimular modelos inovadores no ambiente de negócios que favoreçam práticas socioambientais.