CAMARA SLZ

Feira 2024 prioriza conhecimento como diferencial para apoiar empreendedor…

Feira 2024 prioriza conhecimento como diferencial para apoiar empreendedor…

Há um consenso entre especialistas de que conhecimento e inovação são diferenciais importantes para os empreendimentos que buscam se destacar no mercado.

De olho nisso, o Sebrae, organizador da Feira do Empreendedor 2024, apostou em uma ampla programação técnica, visando levar conhecimento e informações ao empreendedor de Balsas e do Cerrado Sul maranhense.

Tendências, modelos de negócios inovadores e temas como neoindustrialização, economia inclusiva, crédito financeiro, networking, ESG, tecnologia, habilidades socioemocionais e oportunidades de negócios, por exemplo, estão entre os destaques no segundo dia da Feira do Empreendedor, dia 28/06. Exemplos desse esforço estiveram presentes em momentos importantes da programação.

A Feira do Empreendedor 2024 é uma iniciativa do Sebrae Maranhão, que tem como patrocinadores o Banco do Nordeste, Vale, Governo do Estado, Prefeitura de Balsas, Ceape e SENAR, e como apoiadores a FIEMA (Sesi e Senai), Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Mix Mateus.

Vendas no ambiente digital – Com a palestra “Turbine suas vendas com o Mercado Livre “, ministrada por Vinícius Victor Silva, participantes da Feira puderam conferir a importância da plataforma de e-commerce para os pequenos Maior plataforma de vendas do Brasil, ficando à frente de marketplaces como o Amazon, o Mercado Livre oferece inspiração para o empreendedor que deseja destaque no meio digital.

Excelente oportunidade para pessoas como Cícero de Sousa, que iniciou um empreendimento no segmento de consultoria em tecnologia da informação há pouco tempo. Ele fornece equipamentos de informática para negócios do varejo e atua na implantação de software para gestão de lojas. “O marketplace é uma estratégia de venda interessante, que nos permite vender sem estoque. A experiência do Mercado Livre, o mais cotado do Brasil, o mais visto, o mais acessado, aponta os caminhos de futuro do comércio, que passam por essas grandes plataformas de e-commerce”, analisou o empreendedor.

Crédito, com responsabilidade – Atuando para mitigar os efeitos do endividamento não planejado e estimular a tomada do crédito com responsabilidade, a Feira propiciou reflexões sobre o equilíbrio financeiro e a sustentabilidade dos negócios. E, ainda, sobre a necessidade de preparação para a decisão e buscar o crédito. Na palestra “FAMPE: oportunidades para sua empresa”, foram apresentados os critérios do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (FAMPE), criado para facilitar o acesso ao crédito aos pequenos negócios. Na ocasião, destaque para o programa Acredita, parceria entre o Sebrae e Governo Federal, em curso em todo o país.

– Com a devida orientação e acompanhamento empreendedores podem acessar modalidade de crédito específica para pequenos negócios

 

 

Na palestra, pontos abordados mostram a importância do tema na vida de uma empresa. Entre estes, a necessidade de acesso ao crédito orientado e assistido, levando-se em conta as reais necessidades e sustentabilidade do negócio. No Espaço de Crédito, para orientar quem precisa de apoio nessa decisão, o Sebrae escalou um time de agentes credenciados, que ajudam e orientam sobre modalidades de crédito e na análise da melhor alternativa para cada caso.

 

Tecnologia – Outro tema realçado na Feira são os impactos da tecnologia para os negócios. O assunto foi pauta da palestra “O Futuro das Profissões”, ministrada ontem (28/06), pelo empreendedor George Ventura, reforçando a necessidade de atenção maior para o ambiente de mudanças que acontecem no mundo.

Mostrando a necessidade de convivência crescente com recursos tecnológicos como a Inteligência Artificial, Ventura enfatizou a importância de trabalhar as habilidades socioemocionais no mercado e no ambiente de trabalho. “Mais cedo ou mais tarde, a tecnologia vai estar ao alcance de todos. Então, é preciso se diferenciar, fortalecendo habilidades socioemocionais, assertividade e empatia, entendendo o que acontece ao redor e a equipe. Essas habilidades são uma forma de você sobreviver, de forma qualitativa, neste ambiente de tanta tecnologia e desafios”, argumentou Ventura.

 

Oportunidades em setores estratégicos também ganham destaque na Feira do Empreendedor

Como ambiente de oportunidades, o segundo dia de atividades da Feira do Empreendedor trouxe duas ações destacadas. O painel “Oportunidades de Negócios: Seja fornecedor de uma grande empresa”, reunindo representantes da Agroserra e Suzano, conectando potenciais fornecedores e prestadores de serviços da região a essa grandes empresas.

Em painel mediado por Marco Antônio Moura, secretário adjunto da Secretaria da Industria e Comércio (Seinc), com participação de representantes das duas empresas, foram apresentados os critérios para atuação de pequenos negócios como fornecedores de grandes corporações. Entre estes, diferencial competitivo, qualidade de produto, excelência na entrega, tecnologia e inovação foram citados como os mais importantes no momento da escolha.

Adriano Rocha, diretor Comercial da Habitat Consultoria Ambiental, o painel trouxe informações úteis para que as empresas locais tenham a oportunidade de se apresentar e oferecer suas soluções. “As pequenas e microempresas têm capacidade e conhecimento técnico para somar com as grandes empresas e ajudar a se desenvolverem na região. ‘Pra’ gente, foi uma oportunidade única”, avaliou o executivo.

Neoindustrialização é tema de palestra na Arena de Conexões Corporativas

As ações do programa Brasil Mais Produtivo voltadas para pequenas e médias empresas trabalharem a sustentabilidade, inovação, transição energética, bioeconomia e industrialização foram discutidas durante a palestra Neoindustrialização: o futuro da indústria e da inovação tecnológica, realizada na Arena Conexões Corporativas.

No painel, o consultor Luiz Carlos Barbosa abordou a contribuição do Brasil Mais Produtivo para a neoindustrialização. “O programa viabiliza conexões entre as grandes e pequenas empresas, orientações e consultorias, dando os instrumentos práticos da neoindustrialização, para que possam trabalhar com  novos fatores de competitividade”, reforçou o palestrante.

Iniciativa do Governo Federal, o programa Brasil Mais Produtivo é executado pelo Sebrae e Senai com a parceria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) e da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Sustentabilidade nas MPE’s –  O painel “Economias Inclusivas para as MPE’s”, conduzido por Rafael Gregório e Marina Parada, que integram o Comitê ESG do Sebrae Nacional, trouxe, para a Arena ESG, o debate sobre sustentabilidade e modelos de atuação focados na ESG.

Os painelistas discutiram o crescimento sustentável das micro e pequenas empresas associado à adoção de políticas e práticas que promovam a inclusão econômica, privilegiando a sustentabilidade ambiental. Na ocasião, foram abordadas estratégias para garantir o acesso a recursos, financiamento e mercados. Também foi tratada a importância da diversidade e da igualdade de oportunidades no ambiente empresarial.

Neide Baldez, de São Luís, chegou ao painel com um problema e saiu com a solução. “Era tudo o que eu estava precisando ouvir”, avalia. Ela, que é dona de uma loja de turbantes e acessórios da linha afro, buscava alternativas para o descarte correto das sobras de tecidos do processo produtivo. “Na palestra, tive a confirmação de que realmente eu, mesmo sendo um simples MEI, posso contribuir muito, fazendo a minha parte”, refletiu, celebrando a descoberta, a empresária.

A empreendedora Neide Baldez buscava uma forma mais sustentável de descartar sobras de tecido e encontrou uma opção com o painel

 

Daniel Dias fala de superação e fecha programação do segundo dia da feira

O segundo dia da programação da Feira foi fechado com o empreendedor e atleta Daniel Dias que, nascido com má-formação dos membros superiores e inferiores, enfatizou que devemos enfrentar os obstáculos que se apresentam com um sorriso no rosto. Com 14 medalhas de ouro em Jogos Paralímpicos e recordista nos Jogos Parapan-Americanos e em campeonatos mundiais, ele compartilhou ensinamentos valiosos para os negócios e para a vida.

Palestra com Daniel Dias movimenta segundo dia da Feira do Empreendedor 2024, levando conhecimento para o empreendedor. (Crédito: Sebrae/Divulgação)

 

“Superação que vale ouro” foi o título da inspiradora palestra ministrada pelo nadador paraolímpico na Arena Rio Balsas, no mesmo espaço que recebeu o renomado palestrante Geraldo Rufino na noite do primeiro dia da Feira, 27 de junho. “Sempre tento trazer que: ‘Olha, eu não sou mais vitorioso do que qualquer um que está aqui pelas minhas medalhas, conquistas. Nós somos iguais em nossas diferenças. E eu entendo que nós temos uma capacidade incrível de realizar nossos sonhos, nossos objetivos’’, garante Daniel Dias.

Egnalda Cortês fecha programação do terceiro dia da feira

Egnalda Cortês é a palestrante masterclass deste sábado

 

 

Encerrando a programação de masterclasses, às 20h30 acontecerá a palestra “O fim pode ser o começo!” com Egnalda Cortês, na Arena Rio Balsas

CEO da Côrtes e Companhia, especialista em negociação com 22 anos de carreira executivaEgnalda Cortês fundou a primeira agência de influenciadores negros da América Latina em 2015, abrindo um novo mercado. É reconhecida como uma das 30 builders da indústria digital pelo YOUPIX, em 2016, e uma das “Mulheres mais Inspiradoras” pelo instituto Think Olga, em 2017. Em 2021, foi destacada pela SPInternacional e pela ONU Mulheres por seu legado em fomentar creators negros na indústria digital.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x